Como fazer cerveja – Stein Bier/Stone Beer – Cerveja com Pedra Quentes

Essa foi nossa primeira tentativa de fazer uma Stein Bier (ou Stone Beer, ou Cerveja de Pedra), cerveja que utiliza pedras quentes no processo de brassagem e/ou fervura, para explorar sabores de açúcares torrados, ou mesmo sabores defumados oriundos das cinzas da fogueira que aquece as pedras.

Continuar a ler “Como fazer cerveja – Stein Bier/Stone Beer – Cerveja com Pedra Quentes”

Fazer Cerveja: Conhecendo as Leveduras / Fermentos

O fermento é o ingrediente utilizado para realizar o processo de fermentação microbiológica dos açucares no mosto cervejeiro. O fermento cervejeiro comumente utilizado para a  produção de cervejas é a levedura Saccharomyces cerevisiae com cepas de alta e baixa fermentação  – ale e lager, respectivamente. São organismos anaeróbios facultativos, isto é, produzem energia a partir de compostos de carbono (carboidratos), tanto em condições aeróbias como em condições anaeróbias.

Continuar a ler “Fazer Cerveja: Conhecendo as Leveduras / Fermentos”

Fazer Cerveja: O guia completo do Malte

O malte é utilizado na fase de mosturação ou brassagem, e irá originar os açúcares fermentescíveis pelas leveduras, que farão o álcool da cerveja. Além disso, é o principal responsável pela cor da cerveja, aromas, sabor, entre outros atributos sensoriais. É a base da produção da cerveja, pois é o que faz da cerveja uma bebida diferente das outras (o malte está para a cerveja assim como a uva está para o vinho).

Continuar a ler “Fazer Cerveja: O guia completo do Malte”

Artesanal isso, artesanal aquilo… Mas o que é de fato “artesanal”?

Este texto visa esclarecer uma dúvida que, conforme temos visto em mesas de bares Brasil afora, confunde um pouco a compreensão das pessoas. Afinal, as cervejas artesanais, são artesanais mesmo? Feitas à mão? As cervejas premium são artesanais também? Porque tem gente que fala em “cervejas especiais” e “cervejas gourmet”? Qual a diferença desses termos?
Continuar a ler “Artesanal isso, artesanal aquilo… Mas o que é de fato “artesanal”?”