O que é uma cerveja trapista e quem produz?

Hoje quero explicar a vocês o que é uma cerveja trapista, origem do nome e um pouco sobre a comunidade que as produzem! Escolhi esse assunto porque eu, particularmente, me sinto atraído pelo sabor e mistério que têm!


Cerveja Trapista é uma cerveja que é produzida sob supervisão dos monges da Ordem Cisterciense da Estrita Observância (Ordem Trapista).
(Até aqui tudo bem!)

A Ordem Trapista (oficialmente, Ordem dos Cistercienses Reformados de Estrita Observância, ou em latim Ordo Cisterciensium Strictioris Observantiæ, OCSO), é uma congregação religiosa católica derivada da Ordem de Cister. O nome deriva do mosteiro cisterciense, que foi o primeiro a ser reformado por Armand-Jean Le Bouthillier de Rancé, o fundador dessa Ordem.

Os trapistas são monges beneditinos cenobitas, isto é, vivem em comunidade, o que os difere, por exemplo, dos monges cartuxos, que são eremitas ou anacoretas, isto é, religiosos de vida solitária. Um cenobita é um monge que leva uma vida retirada, mas em comum com outros que têm os mesmos interesses, princípios e/ou prerrogativas.
(Os termos estão ficando complexos!)

Abbey Notre-Dame d’Orval

Uma produção trapista não visa lucros, existe uma regra que diz que, pra uma cerveja ser considerada trapista, todo o lucro proveniente da venda da bebida deve ser revertido em caridade ou investimento na própria cervejaria.

Por que um monge da Ordem Cisterciense da Estrita Observância é chamado de monge Trapista?
O termo trapista é um apelido derivado do nome do primeiro mosteiro dessa Ordem, a Abadia de La Trappe.
E agora, abadia ou mosteiro?? Bom, na verdade é simples, uma abadia é um mosteiro cristão.

Afinal, o que é uma cerveja trapista e quem produz?
Uma cerveja trapista é produzida sob a supervisão dos monges da Ordem Cisterciense da Estrita Observância – que é apelidade de Ordem Trapista porque o primeiro mosteiro dessa ordem foi a Abadia de La Trappe.

Koningshoeven Abbey

Quais são os mosteiros, ou abadias, que podem produzir cervejas trapistas?
Dentre todas no mundo (171 no total), apenas 10 podem!
Seis na Bélgica: Rochefort, Achel, Orval, Westmalle, Vleteren Oester, Chimay;
Dois na Holanda: Konigshoeven (cerveja La Trappe), Abdij Maria Toevlucht;
Um na Áustria: Stift Engelszell;
Um nos Estados Unidos: St. Joseph’s Abbey;

Esse texto mudou a sua apreciação por uma serveja trapista? Conte-nos, deixe um comentário!