Aprenda a misturar queijo com cerveja

O brasileiro adora queijo. E quem diz isso não sou eu, mas um estudo realizado pelo instituto francês TNS Sofres, que revelou que 9 a cada 10 brasileiros consomem queijo ao menos uma vez por semana, sendo que 70% amam o alimento. Considerando esses dados, a empresa CNIEL (Centro Nacional Interprofissional da Economia Leiteira da França), que encomendou o estudo mencionado, resolveu originar a campanha “Queijo Não, Fromage Sim!”, que visa popularizar alguns tipos de queijos franceses no Brasil.

Imaginando que você possa estar se perguntado “what the hell is Fromage?”, poupamos seu tempo de ir até o Google e voltar: fromage é queijo em francês. Mas se você preferir uma definição mais técnica, oferecemos também, destacando um conteúdo da página oficial da campanha: “essa denominação é exclusiva dos produtos obtidos pela coagulação do leite seguida da drenagem do soro. O leite pode ser de vaca, cabra ou ovelha, podendo ser utilizado cru ou após o processo de pasteurização.”
Queijo e Cerveja

 

A França é o país com a maior variedade de queijos do mundo. São mais de mil tipos. Como eu suspeito que seria um trabalho sobrehumano trazer todos eles para o Brasil, o pessoal do “Quejo Não, Fromage Sim!” escolheu sete tipos de fromage para popularizar em terras canarinhas. A ideia é que esses queijos passem a fazer parte da rotina dos brasileiros em três situações específicas: Happy Hour, aperitivos e entradas, unindo os hábitos gastronômicos que envolvem esses momentos com a tradição francesa dos fromages. Como há uma união das duas culturas gastrônomicas, eles tiveram a ideia de dar um slogan para o movimento: “Ligações Saborosas” (em alusão ao trabalho literário do século XVIII “As Ligações Perigosas” de Choderlos de Laclos).
Bem, mas vamos ao que importa, antes que você desista do texto. Sabendo do reinado absoluto que a cerveja tem no universo das bebidas em nosso país, o pessoal da campanha chamou o Maître Fromager Jair Jorge Leandro para listar quais dentre os sete tipos de queijo do projeto combinam mais com sete tipos de cervejas tradicionais. Segue a lista desenvolvida por Jair:
Queijo Cerveja
Bleu d´Auvergne Stout
Brie Pale Ale
Brillat-Saverin Porter
Camembert Pale Ale
Comtê Bock e Lager
Coulommier Trapista
Emmental Pilsen e Weiss
Com essa ajuda ficará mais fácil para você preparar um aperitivo para os jogos de quarta e domingo ou para a sessão de PES nos finais de semana. Afinal, aquela fase de detonar dez salgadinhos a cada intervalo de jogo já passou, certo?
A tabela também oferece ótimas dicas para organizar uma boa tábua de queijos para a companheira, harmonizando os sabores de cervejas especiais com os fromages. Aquela história que mulher não gosta de cerveja há tempos saiu de moda. Eu ousaria dizer que hoje as mulheres tomam tanta cerveja quanto os homens. Se você oferecer uma cerveja diferente com um queijinho especial durante o bate-papo que aquece o que está por vir, portanto, dificilmente errará.
Os queijos da campanha estão sendo vendidos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Para saber onde comprá-los visite a página “Onde Encontrar” no site oficial e boa sorte com os experimentos.
Fonte: El Hombre